quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

[Minhas Leituras] O que já li esse ano...

Olá!! 

Esse ano comecei com o gás todo!! 


Primeiro, entrei em 3 Desafios Literários e estou cumprindo até agora...rsrs...e, também estou cumprindo minha meta de leitura de 4 livros por mês, então já li 8 livros esse ano...isso é um número legal para mim que geralmente começo o ano bem preguiçosa...rs

Adorei essa imagem...rsrs


Mas agora vou mostrar pra vocês os livros que já li esse ano!!

Em Janeiro:
Maze Runner vol. 1 James Dashner - 426 páginas
A Profecia das Irmãs  Michelle Zink - 382 páginas
Feios - Scott Westerfeld - 416 páginas
Aprendendo com a escassez e com a fartura - Silas Malafaia - 64 páginas

Em Fevereiro:

Lidos
Diário de um Banana vol. 1 - Jeff Kinney - 218 páginas
Diário de um Banana vol. 2 - Jeff Kinney - 224 páginas
O Mundo Perfeito - Leonardo Brum - 296 páginas
O Iluminado - Stephen King - 264 páginas

Lendo
Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley - 398 páginas 
Eu Sou um Gato - Natsume Soseki - 486 páginas (LV)
Mulheres que mudaram o Mundo - Gabriel Chalita - 294 páginas 
Os Irmãos de Buckhorn 02 Morgan - Lori Foster - 288 páginas (e-book)


Então é isso por agora. Manterei os livros atualizados!! 


Bjinhos



[OS TOPS] Música Gospel

Então, esse post demorou a vir, porque nem planejei quantas vezes ele iria sair por mês. Mas acho que uma vez tá bom né...rs

Dessa vez vou listar meus Tops de música gospel. Lembrando que não tem ordem nenhuma, só da minha memória!!

Adoro!! Músicas que edificam corpo, alma, coração e espírito!!


Espero que gostem!!



Conheci esse hino ontem e amei demais!! "voar, voar....!"

Pensamentos - Vanilda Bordieri




Esse hino me deixa muito emocionada..."como decidir..."

Entre a fé e a razão - Trazendo a Arca




Fidelidade eterna a ti, Senhor!!

Fidelidade - Jozyanne






Um anjo preso a Jacó....!!

Minha benção - Cassiane



Terremoto Santo!! Elaine de Jesus




Quero ver muito além...

Transportando Tua Glória - Bruna Karla



Faz chover!!! Fernandinho






Se eu for continuar, vai terminar nunca...rsrs...muitas músicas nos edificam e nos deixam mais próximas de Deus, mas essas são minhas favoritas!! Espero que gostem =)























quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

[Desafios Literários] Um Mundo Perfeito


Autor: Leonardo Brum
Número de Páginas: 296
Editora: Novo Século
Ano: 2008
Nota: 08/10

Sinopse:
Em Pedra-Luz, os moradores ansiavam encontrar uma jóia rara que acreditava-se estar escondida na ilha e que havia sido roubada dos piratas mercenários na virada do século XIX. Cercada de inúmeras lendas e mistérios, dizia-se que tal jóia era capaz de realizar os desejos mais secretos das pessoas. Naquela fatídica terça-feira do ano de 1995, o encarregado da Central Foods encontrou a ilha completamente deserta. Para onde teriam ido todos os habitantes que desapareceram sem deixar vestígios? Sua salvação dependia de uma força maior que parecia inexistir em suas vidas. Um mistério que remonta os primórdios de Pedra-Luz. Um segredo familiar guardado a sete chaves. Um perigo arrebatador tão antigo quanto a própria alma dos homens.


Resenha:

Um mundo perfeito. O sonho de qualquer um. De todos. Mas e se fosse fácil conseguir, somente pedindo com muita fé? Pois é, isso aconteceu em Pedra-Luz. Só que cada pessoa tem uma visão diferente do que seja ‘perfeito’. Todos pensaram individualmente, no que seria melhor para si e não em um bem maior.
Todos os 206 moradores da pequena ilha fazem seus pedidos e são atendidos. E então tudo acontece...
Uma série de acontecimentos estranhos e uma antiga lenda sobre uma maldição paira sobre todos e é a explicação para o mistério que se desenrolará em sete dias...ou mais?
Todos na ilha eram pessoas simples, com problemas de pessoas simples como era o caso de Melissa, vivendo uma desilusão amorosa tão intensa que começa a duvidar da sua real necessidade de viver e pelo quê viver...

“...Se era verdade que o amor, dada a sua leveza, dava asas à pessoas, a sua perda deixava a alma presa em uma gaiola triste e sem luz. Dentro de um pequeno espaço vazio, onde o pior sofrimento era o fato de saber-se viva e não poder viver. O seu amor era tanto e tamanho o sofrimento que sentia, que saber-se viva trazia um vazio maior que a alma. Não podia imaginar-se sozinha no mundo, relegada por um amor que era parte dela própria...” pág. 64

Outras, adolescentes, com problemas menores mas que se tornam enormes devido à essa fase sofrida (drama modeon). É o caso de Janete

“...- Eu quis que meus olhos enxergassem mais do que os das outras garotas, porque achava que elas eram mais perfeitas do que eu. Mas sabe o que aprendi? Não existe o mundo perfeito, porque ninguém é e nem pode almejar ser perfeito. Todo mundo é igual, porque todo mundo tem defeitos e qualidades, e agora o que mais eu queria era voltar a ser como antes...” pág. 198

O que achei legal neste livro foi a demonstração de quanto o ser humano é egoísta e acomodado. O quão difícil é compreender coisas básicas.

“... Para os moradores da ilha, tão acostumados ao conforto e aos bens que o dinheiro podia comprar, algumas coisas pareciam difíceis de compreender. Talvez ele precisasse de uma força maior do que imaginava ter para convencê-los. O absurdo se mostrava como a mais temível realidade, mas talvez fosse difícil entender o absurdo...” pág. 205

Esse é o primeiro livro do Leonardo Brum e acho que ele promete. O estilo é gostoso de ler. Nem muito rebuscado, nem muito básico. Consegue falar palavrão e falar de fé sem ficar confuso ou piegas.
Na minha humilde opinião, a mensagem que o autor quis transmitir pode ser lida nesse trecho

“... Era preciso construir um mundo novo. Um mundo não mais perfeito, um mundo simplesmente humano. Precisaria de forças, sim. Mas alguma coisa no fundo de seu coração a impelia para frente, embora ela não tivesse a mínima ideia do que fosse. Parecia uma grande mão que era maior do que ela própria, cobrindo-a com um véu e, de repente, acreditava que nada poderia lhe acontecer. Se conseguisse enfrentar a criatura, de alguma forma poderia fazer com que tudo voltasse a ser como antes. Desejava imensamente salvar todas as pessoas da ilha, que padeciam diante de um grande silencio que lhes apagava o valor mais humano de suas almas e as deixava impotentes diante do perigo que as fariam apagar-se de vez no mundo...” pág. 253

Dá pra ficar pensando, depois de ler isso: Qual a “criatura” que estou enfrentando? Qual meu maior medo?
Leiam!

Esse livro é para o Desafio Realmente Desafiante n.15!!







[Desafios Literários] O Iluminado


Título original: The Shining
Autor: Stephen King
Tradução: Betty Ramos Albuquerque
Número de Páginas: 269
Editora: Planeta DeAgostini
ISBN: 8574796433
Ano: 1997
Nota: 10/10




Sinopse:
            Danny Torrance não é um menino comum. Danny é capaz de ouvir pensamentos. Ele pode transportar-se no tempo e olhar o passado e o futuro. Danny é um iluminado. Maldição ou benção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.
Quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador do velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se de vez das convulsões que assustam a família. Só que Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu de enterrar velhos ódios, cicatrizar antigas feridas. O Overlook é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. O Overlook é uma sentença de morte e quer Danny, e precisa dos poderes de Danny para chegar ao fim.
A luta assustadora entre dois mundos. Um menino e a ânsia assassina de poderosas forças malignas. Uma família refém do mal. Nesta guerra sem testemunhas, vencerá o mais forte.

Resenha:

            Intenso. É essa a sensação que tenho a respeito desse livro nesse instante em que acabei de ler a ultima linha.
Quis escrever a resenha logo que terminei a leitura porque a sensação é muito forte. Não estou sendo exagerada quando digo que terminei “cansada”.
É tensão demais.
Antes desse livro, só tinha lido um conto do King. Livro é o primeiro. E que livro.
Parece que as editoras fazem propositalmente letras pequenininhas nesse tipo de livro para que cada página demore a ser lida, mesmo que você esteja desesperada (com taquicardia) para ler a página seguinte...
            Jack Torrance é o pai de Danny. O elo fraco da corrente. Visão distorcida do sentido da palavra culpa. Nunca é dele.

“... Bisbilhotava, da mesma forma que sempre bisbilhotava a vida dele, quando estavam em Stovington e Danny ainda era um bebê. Onde vai Jack? A que horas volta? Está levando dinheiro? Quanto? Vai de carro? Al vai com você? ... E assim por diante. Ela, perdoem a expressão, levara-o à bebida.”  Pág. 111

Apesar de todos os incidentes e acidentes que ocorrem por culpa do próprio, ele nunca se sentia culpado. No momento do acontecido sim, mas depois sempre achava uma desculpa que satisfazia sua consciência. Quando finalmente larga a bebida, está acabado. Então seu amigo lhe oferece um emprego. Ótimas expectativas, mudança de ares. Recomeço para a família.
Mas Danny sabe que não é nada disso, mas também sente que para o pai é a ultima chance. E ele ama demais o pai. Sabe que não vai ser fácil, mas não tem a menor ideia do quão terrível possa ser

“... (Não creio que possam atingi-lo são como desenhos de um livro... feche os olhos e desaparecerão.)
Baixou as pálpebras. As mãos se cerraram. Os ombros se curvaram com o esforço da concentração. (Nada ali nada ali nada ali, de jeito nenhum NADA ALI NÃO HÁ NADA!)
O tempo passou. E ele começava a relaxar, começava a compreender que a porta devia estar aberta, e que podia sair, quando as mãos sem vida há anos, inchadas, cheirando a peixe, fecharam-se suavemente em torno de seu pescoço, e o foram torcendo para que ele olhasse aquele rosto morto e roxo.” Pág. 134

Às vezes eu parava de ler simplesmente porque não queria ver o que acontecia depois. Sabe medo? Pois é. Sou mole mesmo.
Mas daí, sou brasileira e não desisto nunca...rs
E voltava. Mas entre mortos e feridos (incluindo eu), o final parece que vai ser ruim, mas termina bem.
Um detalhe no estilo do King que me chamou a atenção nesse livro que achei ótimo foi como ele xinga...rs

“... O operário passou para a esquerda, ainda buzinando, e berrou ao passar pelo carro descontrolado. Mandou o motorista ir praticar algum ato sexual anormal sem parceiro. Participar de sexo oral com roedores e pássaros. Articulou seu desejo de que todos as pessoas de sangue negro voltem ao continente de origem. Expressou sua sincera convicção do lugar que a alma do motorista do Cadillac ocuparia depois de morto. Concluiu dizendo que achava ter conhecido a mãe do motorista numa casa de prostitutas em New Orleans...” pág. 189

Elegante e educado. Rs
Enfim, um livro incrível. Mostrando as fraquezas da alma e onde estão escondidos os pequenos tesouros da vida. Leiam!
Eu irei ler algumas coisas bem leves por um tempo para descontar o peso desse livro!!


Este livro é para o Desafio Realmente Desafiante n. 7!!








[Desafios Literários] O Diário de um Banana Vol. 2


Título original: Diary of a Wimp Kid vol. 2
Autor: Jeff Kinney
Tradução: Antonio de Macedo Soares
Número de Páginas: 224
Editora: Vergara e Ribas Editoras
ISBN: 9788576833949
Ano: 2012
Nota: 09/10





Sinopse:

            Sequencia do best-seller Diário de um Banana, neste novo livro Greg continua se metendo em confusão. Só que desta vez as coisas pioram: Rodrick, seu irmão, sabe de um incidente que Greg quer manter em sigilo. Mas segredos são difíceis de serem guardados... especialmente quando há um diário envolvido.


Resenha:

            E a saga de Gregory tentando passar ileso e ainda ficar um “pouco famoso” durante o ensino fundamental continua, mas dessa vez mostra um pouco do seu relacionamento (brigonamento) com Rodrick, seu irmão mais velho. Mais uma vez comprova-se a teoria que, do filho do meio, a mãe só vê o mal-feito =) .

            Achei esse livro um pouco mais engraçado do que o primeiro e quase morri de rir com o projeto de Ciencias do Rodrick no final do livro!! Uma descoberta e tanto!! Não achei a imagem na web, então fotografei o livro!! rs


            Leiam!! Ah! E tem o filme! Do livro 1 e do livro 2!


Essa resenha é para o Desafio Literário 24/12 - mês de fevereiro!








quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

[Meus Momentos] Dia Molhado!!

Hoje amanheceu chovendo e muito...sabe aqueles dias em que você só quer dormir??

Pois é...tá tão gostoso....

Então vamos a uma mensagem linda!!










sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

[Desafios Literários] Lista do Desafio Desafiante


E eis a última lista....ufaaa!!

Vamos lá!




TEMAS ESCOLHIDOS

1. Ler um livro que é citado em outro livro.
O ILUMINADO

2. Ler um livro que o autor tenha a mesma inicial que a sua.
SIDNEY SHELDON - DEPOIS DA ESCURIDÃO

3. Ler um livro que foi lançado no ano do seu nascimento.  
A HORA DA ESTRELA

4. Ler um livro nacional.  
CAMUNDO

5. Ler um livro com a capa entre bege e marrom.
O HEREGE

6. Ler um livro com a capa com letras amarelas.
 
RAIVA

7. Ler um livro cujo título tenha mais de 5 palavras.
NÃO DEIXE O SOL BRILHAR EM MIM

8. Ler um livro que tenha entre 300 e 350 páginas.  
GATOS GUERREIROS

9. Ler um livro que você ganhou de presente de aniversário.
EM CHAMAS

10. Ler um livro com um casal apaixonado na capa.
UM AMOR PARA RECORDAR

11. Ligar para um amigo, ou mandar uma mensagem no face, e pedir uma indicação de livro! Se você não tiver o livro, NÃO VALE COMPRAR, peça emprestado.  
A ARTE DE CORRER NA CHUVA 

12. Peça para alguém olhar na sua estante e escolher um livro a muito esquecido. 
QUANDO ELA SE FOI 

Agora sim, acabou as listas. Vou ver se posto ainda hoje as resenhas de janeiro dos três desafios...cansadinha...rs











terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

[Desafio dos 50 livros] Dia 12


Um dos dias mais fáceis...na verdade, nem tanto, porque são tantos livros que quero pôr na cabeceira que teria que ter uma estante atrás de mim e daí eu não dormiria...rsrs





Dia 12: Um livro pra ficar na cabeceira


Orgulho e Preconceito, Jane Austen







Sem comentários...amo amo amo amo amo amo amo!!!

















[Desafio dos 50 livros] Dia 11


Tem uns dias que é difícil, mas nesse aqui eu estava de bom humor ;)





Dia 11: O melhor titulo de livro


Leia-Me, Rodolpho P. Wraider


Ainda não li, mas esse título chama a atenção hein...acho que pelo tom autoritário!! rsrs
Sério, ele está nas minhas metas de leitura desse ano e quero muitoooo não me decepcionar!! E agora que prestei atenção como essa capa é sinistra...

















[Desafio dos 50 livros] Dia 10


Mais um dia no nosso desafio...




Dia 10: Primeiro livro que comprou



Coleção As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley




Esses livros me marcaram muito. Além de ter sido minha primeira compra, os primeiros livros que li novinhos, também contam toda a vida do maravilhoso (e burro) Rei Arthur. Bom demais!













[Desafio dos 50 livros] Dia 09

E...aproveitando que estou de férias esse mês...vamos trabalhar por aqui!!





Dia 9: Um livro que ganhou de um parente


Amante Eterno, J.R. Ward



Ganhei esse livro da minha mãe, mas ela não sabe como a história é hotttt....rs....se ela soubesse, acho que escolheria outro...rs....mas minha mãezinha é bem legal e adora me deixar feliz!!
Amo IAN, é bom demais. Homens lindos, fortes e perigosos mas delicados, dedicados e frágeis romanticamente falando...rs....amooo!!!



















[Desafio dos 50 livros] Dia 08

E.....aqui estamos nós com mais um dia!!




Dia 8: Um livro pra dar ao marido


Superar o impossível, Christopher Reeve




A história desse livro parece ser muito boa. Acho interessante mostrar que mesmo quando os nossos problemas parecem grandes, ainda existem pessoas que tem problemas bem maiores e mesmo assim conseguem passar por cima de tudo e ser feliz!












Inté!